Expiação Implica Universalismo?

#390

Expiação Implica Universalismo?

Dr. Craig,

Estou ficando mais cético sobre o cristianismo e queria saber se você poderia responder a uma pergunta sobre o evangelho.

Quando Jesus estava na cruz, Ele pagou por todos os pecados ou por alguns pecados? Pagar por alguns pecados significaria que ele fez uma expiação limitada que não é o que as Escrituras ensinam. Mas se Jesus pagou por todos os pecados, então por que algumas pessoas estão no inferno pagando por seus pecados?

1 Se Jesus pagou por todos os pecados, então nenhum homem tem que pagar pelo pecado

2 Alguns homens estão pagando pelo pecado

3 Portanto, Jesus não pagou por todos os pecados.

Então é óbvio que devemos rejeitar a visão que Jesus pagou por todos os pecados. Uma visão de expiação limitada contradiz o que a Escritura diz de que a salvação é aberta a qualquer pessoa. Então, qual caminho está certo, e como é que vamos responder aos problemas com essa visão?

Muito obrigado! Eu realmente gosto de seu trabalho.

Seu irmão em Cristo,

Alan

Estados Unidos

United States

Concordo com você, Alan, que Cristo morreu, não apenas pelos pecados dos eleitos (expiação limitada), mas pelos pecados de todo o mundo (1 João 2:2). Mas me parece que a resposta bastante óbvia à sua pergunta é que, se você rejeitar o pagamento de Cristo pelos seus pecados, então você tem que pagar a pena por si mesmo. Somente os calvinistas, que negam a liberdade humana libertária estariam incomodados por sua pergunta, que é precisamente por isso que a doutrina da expiação limitada encontra-se apenas em círculos reformados. A pessoa que acredita na liberdade humana libertária pode sempre dizer que enquanto Deus lhe oferece o dom do perdão e vida eterna com base na morte expiatória de Cristo, se você rejeitar esse dom, então você permanecerá imperdoável e culpado pelos seus pecados.

Assim, gostaria sem hesitação de rejeitar a premissa (1) acima. Aqueles que rejeitam o sacrifício expiatório de Cristo por seus pecados e fecham o coração para a graça de Deus irão pagar por seus pecados.

Você pode dizer: "Mas Deus não vai perdoá-los por rejeitar o pagamento de Cristo por seus pecados?" Eu não acho essa promessa na Escritura. Pelo contrário, a Escritura diz: "se o negarmos, também ele nos negará" (2 Timóteo 2:12) e Jesus advertiu: "Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus." (Lucas 12:9) . O pecado de rejeitar a Deus e Sua graça é uma espécie de meta-nível (ou ordem superior) de pecado que corta a pessoa da provisão para o pecado que Deus providenciou. É realmente esse pecado num meta-nível, não pecados de primeira ordem, que envia as pessoas para o inferno.

Não há nenhuma sugestão na Escritura de que a morte expiatória de Cristo cubra este pecado num meta-nível. Pelo contrário, Jesus disse: "Em verdade vos digo que todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, [...] Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo" (Marcos 3:28-9). No contexto histórico, a observação de Jesus foi desencadeada por descrentes atribuindo a obra de Deus em Jesus a Satanás. Em termos mais gerais, o pecado consiste em resolutamente resistir ao Espírito Santo, recusando-se a reconhecer a obra de Deus em Cristo. Quando um descrente comete este pecado, é chamado de "blasfêmia contra o Espírito Santo"; quando um cristão comete este pecado, é chamado de "apostasia" (Hebreus 6:4-8; 10:29-31). Em ambos os casos, é imperdoável. Por quê? Porque é um meta-nível de pecado que separa alguém de Cristo e do pagamento que ele fez por nossos pecados.

Agora, se você quiser incluir esse pecado de meta-nível no domínio de "todos os pecados", Alan, então a conclusão do seu argumento de que Jesus não pagou por "todos os pecados" não é problemática para o cristão biblicamente fiel. Mas eu suspeito que o domínio do quantificador universal de Jesus em Marcos 3:28 refere-se a todos os pecados de primeira ordem, já que ele continua falando de um pecado que é imperdoável.

O que mais me perturba sobre a sua pergunta, Alan, é o seu comentário que você está "cada vez mais cético sobre o cristianismo." Você está se movendo na direção oposta de outras pessoas que me escreveram perguntas esta semana, por exemplo, um médico no Reino Unido que relata que seu estudo da doutrina e apologética "tem acrescentado considerável substância para a minha fé e energizado minha caminhada com Deus". Se os motivos do seu ceticismo são argumentos como o que você compartilhou, então você precisa estudar mais a teologia cristã e apologética. Posso recomendar nossos podcasts do Defenders neste site? Seria uma tragédia você perder a fé por equívocos.

William Lane Craig