Perguntas sobre Interação Corpo-Alma

#427

Perguntas sobre Interação Corpo-Alma

>

Olá Dr. Craig! Antes de tudo, eu gostaria de agradecer a você pelo seu trabalho no Reino de Deus. Seu trabalho tem mudado a minha vida literalmente. Eu recentemente reentreguei minha vida a Jesus Cristo por causa do ministério e do poder que Ele concedeu a você.

Eu estava assistindo seu debate com Paul Draper ontem e desde então eu tenho tido algumas perguntas sobre a consciência que vem me incomodando. Eu acredito que eu seja um interacionista dualista, e acredito que o cérebro é um instrumento com o qual a alma interage com a realidade física. No entanto, eu estou lutando com algumas coisas:

1. Alguém afligido com a doença de Alzheimer, de alguma forma, desprovê a existência de uma alma? A personalidade pode mudar quando o cérebro começa a deteriorar?

2. Eu sofri uma cirurgia quando era adolescente e tudo que eu lembro depois que fui anestesiado foi acordar. A minha alma ficou ao redor do meu corpo enquanto eu estava inconsciente? Por que eu não consigo lembrar de nada durante o tempo que estive inconsciente?

3. Nós somos as únicas criaturas no planeta Terra com uma alma? Eu tenho escutado Hank Hanegraff mencionar que ele acredita em diferentes tipos de almas que Deus pôde ter dado aos animais.

Eu temo o esquecimento como muitos outros seres humanos, mas eu também me mantenho a promessa que nosso Senhor e Salvador consumou com sua vida, morte e ressurreição. A promessa de vida eterna com Ele.

Diante mão agradeço pela sua resposta, Dr. Craig. Obrigado, mais uma vez, por permitir ser usado por Deus de forma tão maravilhosas.

No nome Dele,

George,
Estados Unidos

United States

Quão encorajador é ler sobre como o Senhor tem trabalhado na sua vida, George!

Você relata, “Eu acredito que eu seja um interacionista dualista, e acredito que o cérebro é um instrumento com o qual a alma interage com a realidade física”. Eu encorajo você a refletir na afirmação “o cérebro é um instrumento com o qual a alma interage com a realidade física”. Se levado a sério, você encontra nela a solução para seus perguntas.

Um interacionista-dualista não considera que alma opere independentemente do cérebro como um fantasma numa máquina. Ao contrário, como o neurologista Sir John Eccles ganhador do prêmio Nobel enfatiza, a alma usa o cérebro como um instrumento para pensar, da mesma forma que um músico usa um piano como um instrumento para fazer música. Se o piano dele está desafinado ou danificado, então a habilidade do pianista para produzir música será prejudicada ou sustada. Da mesma forma, segundo Eccles, se o instrumento de pensamento da alma, o cérebro, estiver danificado ou adversamente afetado, então a habilidade da alma de pensar será danificada ou sustada.

Dessa forma, quando você diz que “o cérebro é um instrumento com o qual a alma interage com a realidade física.” não negligencie o fato de que o próprio cérebro é parte da realidade física, decerto, [o cérebro] é a realidade física com o qual alma imediatamente interage.

Então, como um interacionista-dualista lidaria com suas perguntas?

1.“Alguém afligido com a doença de Alzheimer de alguma forma desprovê a existência de uma alma?”Não mais que um piano danificado desprovê a existência de um pianista! Como o filósofo Stewart Goetz explica, qualquer um que tenha sentido dor ao derrubar um tijolo no pé percebe que o que afeta o corpo afeta o estado mental da nossa consciência. Você parece ainda estar pensando sobre alma como um fantasma numa máquina ao invés de uma entidade interativa que usa o cérebro como um instrumento para pensar.

2. “A minha alma ficou ao redor do meu corpo enquanto eu estava inconsciente? Por que eu não consigo lembrar de nada durante o tempo que estive inconsciente?” Não existe razão para pensar que a relação corpo-alma mudou, não mais do que muda toda noite quando você vai dormir. Sua pergunta ainda não leva o interacionismo a sério. Quando o estado do cérebro muda, devido a drogas ou causas naturais, o funcionamento da alma é afetado. Como você poderia ter memória de um estado inconsciente – não há nada para lembrar! Não houve nenhuma percepção consciente das coisas que estavam acontecendo ao seu redor.

3. “Nós somos as únicas criaturas no planeta Terra com uma alma?” Eu não sei. Meu colega J. P. Moreland, especialista em filosofia da mente, acha que os animais também têm almas, mas eles são menos ricamente dotados que as almas humanas, já que não tem as faculdades necessárias para a pessoalidade e autoconsciência. Se você estiver interessado nessa área, eu recomendaria a leitura de alguns dos trabalhos dele, como o seu novo livro The Soul: How We Know It’s Real and Why It Matters (2014).

William Lane Craig